Tag Archives: SUTRAF-AU

SUTRAF-AU promove assembleia com associados

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 20 de abril de 2018


Prestação de contas e plano de trabalho foram apresentadas no encontro

O Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Alto Uruguai (SUTRAF-AU), promoveu no dia 19 de abril, no Salão da Comunidade Km 10, Dourado, interior de Erechim, uma assembleia ordinária para prestação de contas, apresentação da previsão orçamentária, relatório de atividades e do plano de trabalho anual do Sindicato.

O evento que é uma das principais atividades promovidas durante o ano pelo SUTRAF contando com a participação dos associados de todo o Alto Uruguai. Conforme o coordenador geral do SUTRAF-AU, Douglas Cenci, a prestação de contas de 2017 do sindicato foi aprovada, assim como o plano de trabalho para 2018. “ O plano de trabalho aponta para temas centrais, como a manutenção dos direitos, a luta pela permanência das políticas públicas de incentivo a agricultura familiar, a luta pela democracia, fortalecimento da nossa organização dos agricultores familiares, junto com isso a luta pela liberdade do ex-presidente Lula”, destacou Cenci.

No debate promovido pela assembleia, o entendimento dos associados é que a luta pela liberdade de Lula assim como as eleições de 2018 para deputados, senadores, governador são importantes para agricultura familiar. “As eleições vão definir o rumo que o Brasil e que o estado vai tomar. Eleger deputados comprometidos, independentemente de partido, significa ter apoio para agricultura familiar em uma possível Reforma da Previdência e no combate a retirada de recursos. Em 2018 esta será a lógica do sindicato, lutar por políticas públicas que melhorem a qualidade de vida dos agricultores e também pelo conjunto mais geral dos direitos e liberdade do presidente Lula”, disse.

Os associados também fizeram uma análise da atual conjuntura do país, que segundo Cenci, aponta para um momento difícil, para os pobres e para agricultura familiar que tem dificuldades de serem valorizados no Brasil.

A assembleia também marcada por um momento de emoção, já que neste ano de 2018 o SUTRAF-AU comemora 15 anos de atuação, dessa forma os ex-coordenadores do Sindicato, Rui Alberto Valença, Eloir José Griseli, Ari José Pertuzatti e Adilson Luis Baroni foram homenageados por seu trabalho e contribuição para o desenvolvimento do Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar.

 

11 de abril: FETRAF-RS participa de mobilizações em dia de luta

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 11 de abril de 2018


Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul participa de três mobilizações em todo o estado em Dia Nacional de Luta em defesa da democracia e de Lula

 Um dia marcado para os cidadãos que acreditam em democracia e que pedem a liberdade do ex-presidente Lula. Nesta quarta-feira, 11 de abril, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), participa de mobilizações no Dia Nacional de Luta em todo o Brasil em defesa da democracia e de Lula livre.

Por volta das 8h30min agricultores familiares do Sindicato Unificados dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (SUTRAF-AU), ligado a FETRAF-RS, se reuniram no km 1 da BR 153, bloqueando a rodovia que liga o RS a Santa Catarina. De acordo com coordenador geral da FETRAF-RS, Rui Alberto Valença, aproximadamente 300 pessoas participam do ato que reúne também trabalhadores ligados a sindicatos urbanos e estudantes. “Nosso objetivo é fazer a denúncia da ameaça que a democracia está sofrendo com vários ataques a partir do golpe de 2016 que culminou com o impeachment de Dilma, aonde rompeu-se um estado democrático no país. O último acontecimento foi a prisão do ex-presidente Lula, que é ilegal, pois o Lula ainda tem várias possibilidades de recursos, e a nossa Constituição prevê que a execução da pena deve ser somente de transitado e julgado até a última instância, direito que não está sendo respeitado”, disse.

A FETRAF-RS está participando de três atos em todo o Rio Grande do Sul, além da mobilização no Alto Uruguai, agricultores familiares participam de mobilização na ponte que liga o município de Sananduva a Campos Novos/SC e na ERS 406, trevo de acesso ao município de Planalto, estrada que liga a cidade a Chapecó/SC.

 

Fotos: Divulgação

 

 

 

Regiões planejam Acampamentos em Defesa da Previdência

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 12 de abril de 2017


Vigília contra a Reforma da Previdência Social deve ocorrer na semana do dia 28 de abril em sete locais do RS

 

Os sindicatos filiados à Federação Estadual dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), estão realizando encontros para organização dos Acampamentos em Defesa da Previdência que devem ser realizados em sete locais do Estado.

Nesta quarta-feira, 12 de abril, as regiões dos Altos da Serra estiveram reunidas para encaminhamento do acampamento.

Na terça-feira (11), a região do Alto Uruguai através do SUTRAF-RS também realizou encontro para organização da mobilização, sendo que o acampamento deve ser realizado na cidade de Erechim as margens da BR 153.

A regional Celeiro também realizou encontro de planejamento na terça-feira (11), onde definiu que o acampamento deve ser montado junto ao trevo de acesso a Palmeira das Missões na BR 468.

A FETRAF-RS está mobilizada para luta contra o projeto de Reforma da Previdência Social, por esse motivo diversos encontros estão sendo realizados com o objetivo de organizar as mobilizações que ocorrerão na semana do dia 28 de abril. Entre as ações que estão sendo programadas, estão debates sobre o assunto, para melhor conscientização da população quanto os impactos da reforma na vida dos trabalhadores caso o projeto de lei seja aprovado.

A coordenadora estadual da Fetraf RS, Cleonice Back, participou de algumas reuniões ressaltando a importância de todos manterem-se mobilizados para derrubar a reforma da previdência. “ Atualmente o governo federal está recuando e flexibilizando alguns pontos, porque não tem os 308 votos necessários para aprovação da PEC na Câmara dos Deputados. Essa dificuldade do governo é fruto da luta e pressão já realizada pelos sindicatos e movimentos sociais. Por esse motivo precisamos continuar nos mobilizando e lutando contra a aprovação da reforma”, destacou Cleonice.

reunião altos da serra

 

reunião sutraf