Tag Archives: agricultura familiar

SUTRAF-AU promove assembleia com associados

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 20 de abril de 2018


Prestação de contas e plano de trabalho foram apresentadas no encontro

O Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Alto Uruguai (SUTRAF-AU), promoveu no dia 19 de abril, no Salão da Comunidade Km 10, Dourado, interior de Erechim, uma assembleia ordinária para prestação de contas, apresentação da previsão orçamentária, relatório de atividades e do plano de trabalho anual do Sindicato.

O evento que é uma das principais atividades promovidas durante o ano pelo SUTRAF contando com a participação dos associados de todo o Alto Uruguai. Conforme o coordenador geral do SUTRAF-AU, Douglas Cenci, a prestação de contas de 2017 do sindicato foi aprovada, assim como o plano de trabalho para 2018. “ O plano de trabalho aponta para temas centrais, como a manutenção dos direitos, a luta pela permanência das políticas públicas de incentivo a agricultura familiar, a luta pela democracia, fortalecimento da nossa organização dos agricultores familiares, junto com isso a luta pela liberdade do ex-presidente Lula”, destacou Cenci.

No debate promovido pela assembleia, o entendimento dos associados é que a luta pela liberdade de Lula assim como as eleições de 2018 para deputados, senadores, governador são importantes para agricultura familiar. “As eleições vão definir o rumo que o Brasil e que o estado vai tomar. Eleger deputados comprometidos, independentemente de partido, significa ter apoio para agricultura familiar em uma possível Reforma da Previdência e no combate a retirada de recursos. Em 2018 esta será a lógica do sindicato, lutar por políticas públicas que melhorem a qualidade de vida dos agricultores e também pelo conjunto mais geral dos direitos e liberdade do presidente Lula”, disse.

Os associados também fizeram uma análise da atual conjuntura do país, que segundo Cenci, aponta para um momento difícil, para os pobres e para agricultura familiar que tem dificuldades de serem valorizados no Brasil.

A assembleia também marcada por um momento de emoção, já que neste ano de 2018 o SUTRAF-AU comemora 15 anos de atuação, dessa forma os ex-coordenadores do Sindicato, Rui Alberto Valença, Eloir José Griseli, Ari José Pertuzatti e Adilson Luis Baroni foram homenageados por seu trabalho e contribuição para o desenvolvimento do Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar.

 

11 de abril: FETRAF-RS participa de mobilizações em dia de luta

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 11 de abril de 2018


Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul participa de três mobilizações em todo o estado em Dia Nacional de Luta em defesa da democracia e de Lula

 Um dia marcado para os cidadãos que acreditam em democracia e que pedem a liberdade do ex-presidente Lula. Nesta quarta-feira, 11 de abril, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), participa de mobilizações no Dia Nacional de Luta em todo o Brasil em defesa da democracia e de Lula livre.

Por volta das 8h30min agricultores familiares do Sindicato Unificados dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (SUTRAF-AU), ligado a FETRAF-RS, se reuniram no km 1 da BR 153, bloqueando a rodovia que liga o RS a Santa Catarina. De acordo com coordenador geral da FETRAF-RS, Rui Alberto Valença, aproximadamente 300 pessoas participam do ato que reúne também trabalhadores ligados a sindicatos urbanos e estudantes. “Nosso objetivo é fazer a denúncia da ameaça que a democracia está sofrendo com vários ataques a partir do golpe de 2016 que culminou com o impeachment de Dilma, aonde rompeu-se um estado democrático no país. O último acontecimento foi a prisão do ex-presidente Lula, que é ilegal, pois o Lula ainda tem várias possibilidades de recursos, e a nossa Constituição prevê que a execução da pena deve ser somente de transitado e julgado até a última instância, direito que não está sendo respeitado”, disse.

A FETRAF-RS está participando de três atos em todo o Rio Grande do Sul, além da mobilização no Alto Uruguai, agricultores familiares participam de mobilização na ponte que liga o município de Sananduva a Campos Novos/SC e na ERS 406, trevo de acesso ao município de Planalto, estrada que liga a cidade a Chapecó/SC.

 

Fotos: Divulgação

 

 

 

FETRAF-RS acolhe Caravana Lula em Ronda Alta

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 24 de março de 2018


Lula foi recepcionado por mais de dois mil agricultores familiares em visita a propriedade da Familia Pasquetti

Um dia histórico para a Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul. A Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), promoveu na sexta-feira, 23 de março, a Visita do Lula a Agricultura

Fotos: Jéssica França

FETRAF-RS acolhe Caravana Lula em Ronda Alta

Lula foi recepcionado por mais de dois mil agricultores familiares em visita a propriedade da Familia Pasquetti 

Um dia histórico para a Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul. A Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), promoveu na sexta-feira, 23 de março, a Visita do Lula a Agricultura Familiar. O encontro ocorreu na propriedade da Família Pasquetti, Comunidade de Capitel Santo Antônio, interior de Ronda Alta.

Os agricultores e agricultoras começaram a chegar logo no início da manhã, com bandeiras e o sorriso no rosto com a perspectiva de encontrar o ex-presidente. Caravanas de diversos locais do estado se deslocaram a Ronda Alta, mais de duas mil pessoas participaram, e mesmo com uma pancada de chuva se mantiveram no local aguardando a chegada da Caravana Lula. “Com alegria muito grande que recebemos o Lula, depois de 17 anos, em 2001 fizemos uma Caravana da Agricultura Familiar. Agora estamos reeditando de uma forma diferente, onde o Lula vem em uma família de agricultores familiares conhecer de perto os resultados das políticas públicas que foram desenvolvidas durante seu governo e no governo Dilma”, explicou o coordenador geral da FETRAF-RS, Rui Alberto Valença.

Em seu discurso Lula destacou a importância do trabalho da Agricultura Familiar para o Brasil. “Quando colocamos Ronda Alta na rota da caravana é porque sabíamos que vocês estão enfrentando dificuldades, principalmente os companheiros que produzem leite na região. O leite está aquém daquilo do que vocês precisam para produzir e vender. Obviamente que quando se governo um país, se governa para todas as pessoas, um presidente não faz distinção entre um cara muito rico e um cara pobre, agora um presidente tem que saber que o papel do estado é cuidar daqueles que mais necessitam do estado. Os que mais necessitam do estado são as pessoas trabalhadoras, e na agricultura é o pequeno produtor rural que é responsável porque quase 70% do alimento que vai na mesa de todo o território nacional”, disse o ex-presidente.

A ex-presidente Dilma Rousseff, também esteve presente destacando a importância das mulheres no campo. “A mulher agricultura familiar é um exemplo para esse país, são mulheres fortes, com um grande coração, solidárias e com uma grande capacidade de se solidarizar com os outros e isso que esse país precisa”, afirmou.

O prefeito de Ronda, Miguel Gasparetto, destacou a alegria do município sediar o encontro com a Caravana Lula. “ O Rio Grande do Sul estremeceu com a presença do Lula, seu legado que está fazendo isso por ele. Ele é nosso maior líder. Em Ronda Alta nos dizemos que somos berço dos movimentos de retomada da terra e por isso ficamos muito felizes de receber Lula aqui”, destacou.

De acordo com o deputado estadual, Altemir Tortelli, Lula sempre esteve no meio do povo e as caravanas são ações promovidas ao longo de toda sua vida política. “Não existe outra liderança política no Brasil que tem a caminhada que o Lula tem e que tem uma compreensão da realidade que o país vive. Ele fez uma opção a mais de 20 anos, de não ficar só estudando, olhando números, ele foi no meio do povo ouvir as pessoas. Fez isso construindo as caravanas, em 2001 ele ficou nove dias conosco e tenho certeza absoluta que aquilo foi importante para ele compreender como vivíamos para ele se comprometer com a causa da Agricultura Familiar. Os programas Pronaf, Minha Casa Minha Vida Rural, Seguro Agrícola, Mais Alimentos, são todas as políticas que foram fruto dessa compreensão que o Lula teve vivenciando de perto o cotidiano dos agricultores familiares”, comentou.

Após a recepção, a Comitiva foi recebida com um café da manhã na casa do agricultor Vilton Pasquetti. “ Não é todo dia que se recebe dois ex-presidentes na casa da gente, estamos muito felizes”, disse.

Os irmãos Valdemar, Ideno e Vilton Pasquetti, foram contemplados com diversas políticas públicas para a Agricultura familiar, por esse motivo a propriedade esteve no roteiro da Caravana Lula.

O encontro contou ainda com a presença do ex-governador Olívio Dutra, o pré-candidato ao governo do estado, Miguel Rossetto; assim como deputados federais, prefeitos e vereadores.

Fotos: Jéssica França

 

 

 

 

 

FETRAF-RS se prepara para receber Caravana Lula

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 20 de março de 2018


Visita a Agricultura Familiar ocorrerá na propriedade da Família Pasquetti em Ronda Alta

 A Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), está trabalhando na organização da Visita do Lula a Agricultura Familiar que ocorrerá a partir das 9h da próxima sexta-feira, 23 de março, na Comunidade de Capitel Santo Antônio, interior de Ronda Alta/RS. A Caravana Lula visitará a propriedade da Família Pasquetti.

A atividade reunirá participantes dos sindicatos associados de todo o Rio Grande do Sul, de acordo com o coordenador geral da FETRAF-RS, Rui Alberto Valença. “Um dos nossos objetivos é demonstrar para o ex-presidente Lula o sucesso das políticas públicas para a agricultura familiar no período em que ele e a Dilma foram presidentes”, disse.

Caravanas de todo o estado devem participar

A expectativa é que agricultores familiares de todas as regiões do estado participem da atividade. Somente do Alto Uruguai gaúcho, oito caravanas devem sair das cidades da região com destino a Ronda Alta.

Família Pasquetti

Os agricultores Valdemar, Ideno e Vilton Pasquetti, foram contemplados com diversas políticas públicas para a Agricultura familiar como a reforma da casa em que residem, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida Rural. Por meio do programa Mais Alimentos, a família financiou uma caminhonete e um trator, assim como matrizes, vacas leiteiras, resfriador e gerador de energia elétrica, melhorando as condições de vida e trabalho. “ Vamos mostrar para o Lula como as políticas públicas desenvolvidas por ele e pela Dilma mudaram a vida dos irmãos Pasquetti, transformando não somente a vida deles, mas de milhares de famílias de agricultores familiares”, afirmou Valença.

Desmonte das políticas públicas para Agricultura Familiar

A extinção de programas e políticas voltados para a Agricultura Familiar também serão pauta do encontro. “Faremos a denúncia sobre o atual governo que vem desmontando essas políticas públicas conquistadas com muita luta pelos agricultores. A exemplo, do programa Minha Casa Minha Vida Rural e dos juros do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) e do Mais Alimentos que estão subindo, em uma contradição enorme porque a taxa Selic que está diminuindo. Aonde os juros só diminuem para os grandes e aumenta para os pequenos”, afirmou.

A FETRAF-RS durante a atividade também entregará um documento com propostas para um plano de governo a Lula. “ São sugestões para um plano de governo e se tivermos outro pré-candidato ou candidato que queria nos receber fazendo um ato, obviamente que a FETRAF- RS vai entregar suas sugestões, com objetivo de melhorar a vida dos agricultores familiares”, destacou o coordenador.