Plano Safra da Agricultura Familiar é um descaso

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 27 de junho de 2018


O Governo Federal anunciou em 26 de junho de 2018 o novo Plano Safra para a Agricultura Familiar, como já era esperado pela Fetraf-RS, sem nenhuma novidade considerável, pois o mesmo aumenta o valor de R$ 30 bilhões para R$ 31 bilhões e reduz a taxa de juros de 5,5% para 4,6%, medida essa que beneficia os agricultores que acessam maiores valores.

O aumento de R$ 1 bilhão nem chega a repor a inflação do período de junho de 2017 para junho do ano corrente, se compararmos ao que diminuiu a taxa Selic o Governo teria condições de baixar mais a taxa de juros. Questões importantes como recursos para a assistência técnica, compras institucionais, programas de aquisição de alimentos e crédito fundiário não foram contemplados especificamente.

No entendimento da Fetraf-RS, o crédito é importante, porém não sozinho. Ele precisa de políticas públicas e programas que complementem a viabilidade das unidades de produção da Agricultura Familiar.

O que temos observado nos últimos anos é que existe uma diferença muito grande entre o anunciado e o executado. Isso acontece pelo fato de o Governo e as instituições financeiras burocratizarem, cada vez mais, o acesso da Agricultura Familiar.

 


LINKS ÚTEIS