Pedido de informação a respeito do FUNDOLEITE

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 11 de julho de 2018


A Fetraf-RS e a Unicafes/RS protocolaram na manhã de hoje, 11 de julho de 2018, um pedido de informações para o Secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Odacir Klein, que trata de 3 questões:
  1. Solicita informações sobre o montante de recursos disponíveis hoje no FUNDOLEITE;
  2. Pedimos informação de quem são as empresas que deixaram de pagar e estão inadimplentes;
  3. Pedido de informações para saber como vai ser dado prosseguimento ao convênio entre a Secretaria da Agricultura e o Instituto Gaúcho do Leite que está parado agora.

Sobre os três pontos dos quais solicitamos informações, o Coordenador Geral da Fetraf-RS, Rui Alberto Valença fala: “O valor que existe no FUNDOLEITE é um mistério, uma caixa preta da qual os movimentos sociais e cooperativas não sabem a quantia mesmo sendo membros do FUNDOLEITE então se quer ter conhecimento de qual é esse volume. Depois, o segundo ponto é importante porque temos uma lei aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa que determina que todas as empresas, cooperativas e indústrias do Rio Grande do Sul devem contribuir com o FUNDOLEITE e sabemos que muitas que não estão pagando. E, por fim, questionamos o convênio FUNDOLEITE/IGL pois o IGL tem uma função muito especial no Rio Grande do Sul que é de ajudar a produzir a política pública para a cadeia leiteira e não tem recursos, sendo que parte desses recursos deve vir justamente do FUNDOLEITE. Infelizmente, tivemos que partir para uma medida mais extrema, fazendo um pedido via ofício protocolado junto à Secretaria de Agricultura”.

Já Gervásio Plucinski, Presidente da Unicafes/RS, destaca que “Essa construção do FUNDOLEITE e da estratégia do IGL foi feita a várias mãos com a participação de todos os envolvidos na cadeia (desde cooperativas, indústrias, sindicatos). Então, parte de um processo de construção consensual aprovado de forma unânime na Assembleia Legislativa. A grande questão é que houve o envolvimento de toda a sociedade. Vários países foram visitados para conhecer como funciona e todos acordaram que o caminho era esse. O Governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura, por interesse de parte da composição deste conselho interrompeu este convênio com o IGL e hoje estamos vivendo uma grande crise no setor leiteiro, e essa crise poderia ser amenizada se tivéssemos o IGL e o FUNDOLEITE funcionando conforme foi a aprovação feita”.

Ao protocolar o documento, estavam presentes Ari Pertuzatti, Rui Alberto Valença, ambos da Fetraf-RS, e Gervásio Plucinski, da Unicafes/RS, conforme pode ser conferido nos registros fotográficos.


LINKS ÚTEIS