Pauta de reivindicações é entregue para lideranças da Casa Civil

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 23 de junho de 2017


A tarde de ontem, dia 22, foi de cumprir agenda buscando ajuda com autoridades do Governo Federal para tentar amenizar a situação das grandes perdas e comprometimento nas safras ocorridas devido a quantidade de chuva dos últimos dias. Para isso, a coordenadora da Fetraf-RS Cleonice Back esteve na Casa Civil juntamente com outras autoridades apresentando um informações com um levantamento que trouxe dados referentes as perdas significativas ocorridas devido ao excesso de chuva.

Durante o diálogo, foram destacados assuntos como crédito emergencial para as famílias atingidas, prorrogação dos contratos de financiamento de custeio e investimento, ampliação do período de zoneamento agrícola para culturas de inverno e verão e de culturas zoneadas, custeio para infraestrutura nos municípios e reparo e manutenção das estradas rurais. O documento foi entregue a secretaria especial da Casa Civil representado pelo assessor Renato Rodrigues Vieira e a pauta foi apresentada em conjunto com lideranças da CONTRAF BRASIL e das Fetrafs do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.  De acordo com Cleonice, o Rio Grande do Sul foi, com certeza, um dos Estados mais atingidos com as fortes chuvas.  Para a coordenadora, estes encontros são significativos pois é preciso lutar para buscar subsídios que amenizem um pouco os prejuízos causados pelo excesso de chuva, vendaval e temporal, que atingiram todo o RS.  Estas mesmas reivindicações foram entregues ao secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Caio Rocha e ao secretário especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, José Ricardo Roseno e seu chefe de gabinete, Nelson Andrade.

Como encaminhamento da reunião, ficou definido que será feito uma busca mais completa de dados e informações que serão dirigidas ao governo federal, com o intuito de tentar uma audiência com o Ministério da Fazenda, uma vez que envolve principalmente o tema de novos créditos. “Voltaríamos e construiríamos notas técnicas a partir da Emater-RS, relativa as perdas causadas e com relação ao impacto na vida dos agricultores, frente a todas as perdas que se teve”, destacou Cleonice. Para ela, este encontro foi positivo para começar a construir um diálogo com o governo, em busca de soluções para os mais atingidos, que são os agricultores.

Estavam presentes na reunião o coordenador geral da CONTRAF BRASIL Marcos Rochinski, coordenador de gestão e finanças da CONTRAF BRASIL Lázaro Bento, coordenador da Fetraf-SC Alexandre Bergamin, coordenadora da Fetraf- RS Cleonice Back, além dos deputados estaduais Dirce Dresch e assessor do deputado Marco Maia, Gilmar Pastori.

 

 


LINKS ÚTEIS