Hoje o Temer não governa: Quem está governando todo o Brasil é a classe trabalhadora

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 28 de abril de 2017


A Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF-RS), está promovendo em todo o Estado nesta sexta-feira, dia 28 de abril, uma mobilização que uniu os trabalhadores do campo e da cidade.

Em todo Brasil, as principais cidades do país amanheceram com mobilizações, com rodovias bloqueadas, caminhadas e protestos.  A Greve Geral foi convocada pelos movimentos sociais contra as Reformas da Previdência e Trabalhista propostas pelo governo Temer.

O objetivo das mobilizações é demonstrar que a população está insatisfeita com o projeto neoliberal do governo Temer que atinge principalmente a classe trabalhadora. Os agricultores familiares desde terça-feira, dia 25 de abril, montaram acampamento em diversas regiões do RS, permanecendo em vigília para que os direitos garantidos de modo que a Previdência Social e a Consolidação das Leis Trabalhista (CLT), não sejam solapadas.

De acordo com a coordenadora geral da FETRAF-RS, Cleonice Back, esse retrocesso que atinge os trabalhadores não pode acontecer e a união da população nesta sexta-feira tem demonstrado a indignação da classe trabalhadora. “Quem está mandando no Brasil não é o Temer e sim o povo, é o povo unido dizendo que não aceita a Reforma Trabalhista e a Reforma da Previdência. Trabalhadores do campo e da cidade mostram que o povo tem força, e que assim que vamos derrubar as reformas que estão em tramitação no Congresso Nacional”, destacou.

Demais movimentos sociais, sindicatos e estudantes participam de atos durante todo o dia com a promoção da FETRAF-RS.

Confira a mobilização nas regiões:

Região Celeiro – a BR 468 foi bloqueada desde às 6h45. Cerca de mil pessoas permanecem no trevo de acesso ao município de Santo Augusto do Sul. Em Sarandi aproximadamente mil pessoas também participam da mobilização.

Em Sarandi a BR 386 foi bloqueada- agricultores trilharam soja e milho na rodovia, bloqueando a mesma com máquinas agrícolas.

Na Região Botucaraí município de Fontoura Xavier aproximadamente mil pessoas boquearam a BR 386, levando produtos como soja e milho para dentro da rodovia, destacado a insatisfação dos trabalhadores com a Reforma da Previdência.

Na Região Altos da Serra, em Lagoa Vermelha a Br 285 foi bloqueada por cerca de duas mil pessoas.

A mobilização na região do Alto Uruguai está sendo realizada em Erechim, com o bloqueio da BR 153. Mais de duas mil pessoas participam da mobilização, que na parte da tarde segue para o centro da cidade se unindo a demais movimentos sociais para um grande protesto.

sarandi2

sarandi1

erechim

fontoura xavier

4

 

3

1

12

2

sananduva

sananduva2

 

 


LINKS ÚTEIS