Fetraf-RS se mobiliza no apoio a Lula pela Democracia – veja o posicionamento de nosso coordenador e da Contraf

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 19 de janeiro de 2018


A Fetraf-RS se soma à mobilização participando e promovendo atividades em defesa da candidatura de Lula, pela Democracia. O ex-Presidente será julgado no dia 24 de janeiro de 2018 no Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4).

Sobre isto, nosso Coordenador Geral, Rui Alberto Valença, destaca que “o julgamento do Presidente Lula nada mais é do que a consolidação do Golpe que nós estamos vivendo, que está acontecendo no Brasil desde a eleição da Presidente Dilma lá em 2014; um Golpe contra o trabalhador, contra a Agricultura Familiar, que acaba com todas as políticas públicas que conquistamos nos últimos 30 anos. O que nós queremos é o Presidente Lula candidato em 2018 para implementar uma agricultura familiar com apoio, com políticas públicas, produzindo alimento de qualidade, protegendo o meio ambiente e o trabalhador urbano com salário digno e com uma aposentadoria digna. É por isso que lutamos, conclamamos e convidamos todos os agricultores e agricultoras familiares para juntamente conosco, Fetraf-RS, e com a Fetraf Brasil estarmos presentes em Porto Alegre no dia 24”.

Aproveitamos para disponibilizar a carta da Contraf Brasil, com a qual assinamos juntamente com os Sintrafs.


CONTRAF BRASIL com Lula pela Democracia

Agricultura Familiar do Brasil sai em defesa do ex-Presidente Lula por mais cidadania e a retomada da democracia do país

A CONTRAF BRASIL, entidade representativa da Agricultura Familiar do país, torna público seu apoio ao ex-presidente Lula, que vem sofrendo perseguição política de setores alinhados ao atual Governo de Michel Temer, articulados com a grande mídia, setores do poder judiciário, bancadas do agronegócio e empresarial e da elite conservadora.

As tentativas de incriminar Lula, sem provas, são atos evidentes de perseguição política. O julgamento do presidente Lula marcado para o próximo dia 24 de janeiro, é um processo ilegítimo onde a real intensão dos articuladores da direita é tirá-lo da disputa às eleições em 2018, pois o ex-presidente dispara nas pesquisas de opinião pública como 1º colocado à presidência da República, sendo sua atual pré-candidatura massivamente reconhecida e aprovada pela população.

Para a CONTRAF BRASIL, Fetrafs e Sintrafs, o ex-presidente Lula foi o Governo que, de fato, valorizou e fortaleceu as políticas públicas da Agricultura Familiar e Reforma Agrária. Com Lula, o Brasil passou a executar programas que contribuíram para o fim da extrema miséria e fome. Se atualmente a Agricultura Familiar produz 70% dos alimentos da mesa dos brasileiros, é reflexo das políticas de fomento a produção de alimentos nas propriedades de agricultura familiar e reforma agrária, conquistadas e ampliadas no Governo Lula e Dilma. Foram várias as políticas que deram alicerce para que a agricultura familiar e reforma agrária crescessem no cenário socioeconômico. A agricultura familiar deixou de ser vista como o pequeno produtor de subsistência e passou a ser reconhecido como produtor de alimentos.

Durante o Governo Lula se fortaleceu o Ministério do Desenvolvimento Agrário, órgão fundamental para a execução das políticas de fomento a agricultura familiar e reforma agrária, o plano safra da agricultura familiar, incluindo programas como o PAA, PNAE, PRONAF, PNCF, Luz para Todos, 1 milhão de cisternas, Assistência Técnica e Extensão Rural, Educação no Campo, saúde no meio rural, Programa Minha Casa Minha Vida, crédito fundiário, estruturação de assentamentos, e tantos outros que contribuíram para o desenvolvimento no campo.

No entanto, todas estas políticas estão sendo extintas devido ao atual modelo de gestão do Governo de Michel Temer. Com cortes drásticos no orçamento de 2017 e 2018, congelamento de recursos públicos por 20 anos e tantas outras medidas que colocam todas as políticas de fomento a agricultura familiar e reforma agrária por um fio, ou seja, correm o risco de não serem executadas, como também de não existirem em 2018.

Desde 2016, após o impeachment, o Brasil vive um período de retrocessos que retomaram um país de arrocho ao trabalhador e de retirada dos direitos. Portanto, a CONTRAF BRASIL acredita que defender a volta de um país com desenvolvimento social é apoiar Lula na presidência. Com Lula, o Brasil volta a construir e ter políticas que valorizam e priorizam a educação, saúde, a produção de alimentos saudáveis, a reforma agrária, os direitos trabalhistas, como também o direito do trabalhador à aposentadoria, o direito à terra e proteção dos territórios dos povos tradicionais, respeito ao meio ambiente e suas reservas, a moradia digna, o direito da mulher, dos negros e demais políticas estruturantes do nosso país.

Assim sendo, a CONTRAF BRASIL junto aos seus agricultores e agricultoras familiares defendem um julgamento justo do presidente Lula e apoiam sua candidatura a presidente da República. Logo, convocamos todos agricultores e agricultoras familiares a somarem-se nas caravanas, manifestações, protestos e ações que de alguma forma defendem Lula, a democracia e a soberania popular do país. Eleição Sem Lula é Fraude!

Coordenação

CONTRAF BRASIL – FETRAF-RS – SINTRAFs


Abaixo, disponiblizamos o vídeo completo da fala de nosso coordenador, Rui Alberto Valença:


LINKS ÚTEIS