Fetraf-RS faz ato em defesa das políticas públicas da Agricultura Familiar com o ex-Presidente Lula durante a caravana que acontecerá nos dias 27 e 28 de fevereiro

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 31 de janeiro de 2018


No dia 30 de janeiro de 2018 o Coordenador Geral da Fetraf-RS, Rui Alberto Valença, esteve em Palmeira das Missões quando acertou com o Instituto Lula um ato com o ex-Presidente Lula durante a caravana que ele fará no sul do Brasil. O ato é promovido pela Fetraf-RS tendo a Agricultura Familiar como pauta e acontecerá no município de Ronda Alta, base de um dos sindicatos da Fetraf do Rio Grande do Sul, na Unidade de Produção da Agricultura Familiar dos agricultores Valdemar, Ideno e Vilton Pasquetti.

Vilton e sua filha Amada.

Estes 3 irmãos agricultores da família Pasquetti foram contemplados com várias políticas públicas para a Agricultura Familiar dos Governos Lula e Dilma, dentre as quais estão a reforma da casa em que residem, um financiamento por meio do programa Mais Alimentos de uma caminhonete e de um trator, o custeio de lavoura e também o financiamento para melhorar a produção de leite no qual foram financiadas as matrizes, vacas leiteiras, resfriador e gerador de energia elétrica. As principais produções dos 3 irmãos agricultores são leite, grãos, frutas, peixes e gado de corte.

O Município do ato é Ronda Alta, na Comunidade do Capitel São Antônio. O objetivo da Fetraf-RS ao promover este ato é de agradecer ao Lula por todas as políticas públicas que foram desenvolvidas/criadas para a Agricultura Familiar durante seu Governo e de sua sucessora, Dilma. Isso permitiu um desenvolvimento extraordinário da nossa Agricultura Familiar.

Foto de Ricardo Stuckert publicada em lula.com.br

A Agricultura Familiar não tem dúvida de que tem uma missão importante: produzir alimentos para alimentar a nação. Porém, é muito importante que nós tenhamos as políticas públicas que tínhamos nesses Governos e essas políticas públicas no atual momento estão ameaçadas. É por isso que estamos realizando este ato com Lula para reforçar a gratidão ao Governo que ele teve durante 8 anos e também como uma forma de preocupação com o final das políticas públicas que parece estar por vir. Este também é um ato em defesa referente à luta que estamos travando na Reforma da Previdência, que nos preocupa que irá atingir aos agricultores familiares.


LINKS ÚTEIS