Empreendedorismo e Sucessão Familiar são temas de Encontro de Mulheres em Sarandi

Por Assessoria de Imprensa
Publicada em 5 de maio de 2015


O protagonismo na mulher na evolução da história humana e os desafios ainda vigentes marcaram os debates do dia

O empreendedorismo e o papel da mulher na sucessão familiar foram temas do Encontro Municipal de Mulheres que aconteceu em Sarandi, na última quarta-feira (29). O evento promovido pelo Sindicato da Agricultura Familiar (Sintraf) de Sarandi, Emater e Cotrisal reuniu cerca de 380 mulheres, em sua maioria trabalhadoras rurais, que celebraram o dia nacional da mulher, comemorado em 30 de abril.

O protagonismo da mulher na primeira grande revolução humana

A abertura do encontro ocorreu às 9 horas da manhã com palestra sobre o papel da mulher na sucessão rural,  ministrada pelo professor Claudionei Vicente Cassol.  Ele lembrou que a mulher protagonizou a primeira grande revolução da história humana que foi a agrícola. Esta permitiu à humanidade alimentar-se, crescer, desenvolver-se e qualificar como espécie. “A primeira grande técnica agrícola, especialista em produção, foi a mulher. Ela cuidava da cria e da coleta, educava, protegia e plantava. Na atualidade seu papel vai muito além. Ela tem participação ativa no trabalho e gestão da propriedade, nas cooperativas, empresas, movimentos sociais e de economia solidária, dentre outros”, destacou.

Ainda é preciso avançar

No entanto, Cassol destacou que apesar dos avanços, ainda há desigualdade quando se trata de renda e discriminação. “Em cada dez pobres, sete são mulheres. De cada cem mulheres, apenas uma é proprietária de algo”, pontuou. Outro ponto debatido foi a violência que assola o universo feminino.  “Embora existam leis específicas, como a “Lei Maria da Penha” e as Delegacias da Mulher, ainda são numerosos os casos de agressões no ambiente domiciliar, assédio, estupro e assassinatos”, frisou.

O professor encerrou a palestra afirmando que para alcançar a igualdade é preciso o empenho de todos. “Das mulheres, a responsabilidade é de aprender, conhecer, saber e reclamar com força e determinação seu lugar, exigir os seus direitos. Dos homens, especialmente daqueles que ocupam cargos de liderança, a responsabilidade é de educar e preparar as pessoas, as comunidades e a sociedade em geral para não somente aceitar, mas construir, a participação igualitária de mulheres e homens em todos os campos do mundo humano”, evidenciou.

Logo após, houve apresentação de um caso exitoso de sucessão familiar. A família Guissi do município gaúcho de Rondinha explanou para as participantes a maneira a qual empreende no campo e garante a renda e sucessão através da atividade leiteira.  Em seguida, um grupo de alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Padre Manoel Gonzales de Sarandi relatou as suas experiências com a agricultura familiar através do cultivo de produtos orgânicos para alimentação própria e para a venda.

Depois do almoço, no parque de exposições do município, as mulheres visitaram a Feira Industrial de Sarandi (Feisa) que aconteceu nos dias 29 de abril a 01 de maio.  Na oportunidade, apreciaram as delícias do pavilhão da agricultura familiar.

Foto: Portal NorteRS

 


LINKS ÚTEIS